Disjuntores – Tipos de Curvas e Para que Serve

Disjuntor Bipolar Steck – Fonte: Internet

Para definir qual tipo de disjuntor na instalação, devemos nos atentar as características técnicas de cada modelo, para saber as reais aplicações deles. Um dos mais importantes pontos são as curvas características, elas definem basicamente o tempo de resposta do disjuntor a certas situações, veremos mais abaixo.

Temos um artigo recomendado para você: Disjuntores, o que é? Como utilizar?

A norma regulamentadora dos disjuntores é a ABNT NBR NM 60898, ela define as características para disjuntores de sobrecorrente.

Os disjuntores utilizados em comércios e residências possuem basicamente 3 tipos de curvas:

  • Tipo B
  • Tipo C
  • Tipo D

Estas curvas definem o tipo de carga e a curva de atuação do disjuntor, por exemplo, na partida de um motor.

Vale lembrar que cada disjuntor tem sua tabela, existe tabela para residenciais e industriais, dê uma conferida depois para entender melhor :).

Curva Tipo B

Na curva tipo B teremos as cargas resistivas, ou seja, chuveiros elétricos, aquecedores, TUG’s (tomadas de uso geral) entre outros.

A corrente instantânea suportada é de 3 a 5 vezes a nominal.

Exemplo: um disjuntor de 6 Amperes suporta no momento da inicialização uma corrente 3 vezes a nominal (18A) por >= 0,1s , ou seja, sua ruptura deve ser entre 0,1s ou mais.

Agora uma corrente instantânea 5 vezes a nominal, (30A), o disjuntor deverá atuar em < 0,1s, ou seja, sua ruptura deve ser no máximo em 0,09s.

Disjuntor – Curva Característica B

Curva Tipo C

Na curva tipo C teremos cargas indutivas, com uma corrente instantânea maior, como motores, bombas, reatores de lâmpadas, entre outros.

Sua corrente instantânea é entre 5 a 10 vezes a nominal, seguindo o exemplo de cima utilizando um disjuntor de 6A teremos:

Se a corrente for 5 vezes(30A) ele suportará por um tempo >= 0,1s, se a corrente for até 10 vezes a nominal (60A) ele suportará por  um tempo <0,1s, ou seja, sua ruptura deverá ser em um tempo menor que 0,1 segundos.


Disjuntor – Curva Característica C

Curva Tipo D

Essa característica é para grandes cargas indutivas, como motores de grande porte, transformadores, máquinas de solda, entre outros. Sua corrente instantânea é entre 10 a 20 vezes a nominal.

Seguindo o exemplo do disjuntor de 6A neste caso teremos:

Se a corrente for 10 vezes(60A) ele suportará por um tempo >= 0,1s, se a corrente for até 20 vezes a nominal (120A) ele suportará por  um tempo <0,1s, ou seja, sua ruptura deverá ser em um tempo menor que 0,1 segundos.

Disjuntor – Curva Característica D

Curiosidade: Porquê as curvas começam com B e não com A? Para que não haja confusão com a nomenclatura Amper.

Dica: Ao calcular o disjuntor a ser usado, leve em consideração a corrente de curto circuito do transformador.

Temos outros artigos sobre disjuntores.

Continua com dúvida? Escreva para gente, utilize o fórum ou comente abaixo, ficaremos felizes em te ajudar.

Curta, compartilhe e comente, assim você ajuda muito.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.