O que é e como funciona um Diodo?

Diodo.

O diodo é um componente semicondutor passivo (passivo=consome parte da energia para trabalhar) composto de silício ou germânio dopados com diferentes materiais durante seu desenvolvimento.

Seu consumo para trabalho (uma especie de pedágio, por isso é passivo) é de aproximadamente 0,3V para Germânio e 0,7V para Silício.

Sua principal característica é que ele permite a passagem de corrente com facilidade somente em um sentido que é entre o ânodo para o catodo conforme a figura abaixo.

Simbologia do diodo.

Para ficar mais fácil gravar o seu funcionamento, é só observar que ele parece com uma seta, onde indica o sentido, já no oposto é possível ver uma “barreira”, ou seja, dificuldade de passagem de elétrons.

Curvas do diodo. Fonte: Internet

Polarizado inversamente o diodo não permite passagem de corrente, ou seja, é um circuito aberto, servindo como um bom inibidor de corrente reversa, sem corrente, sem tensão. Diretamente, depois do “pedágio” de 0,3V no caso do Germânio ou 0,7V no caso do Silicio, seu funcionamento é como um circuito fechado, ou seja, “livre” passagem de corrente.

Uma das principais utilizações do diodo é quando queremos converter corrente alternada em contínua, colocando 4 diodos fazendo uma ponte retificadora, pegando os semiciclos e transformando em contínua pulsante como podemos ver na imagem abaixo.

Diagrama de uma ponte retificadora.

Existem diversos tipos de diodos, veja mais em nosso site.

Quanto a sua identificação, há uma dificuldade, pois não há um padrão especifico, tudo depende do país em que foi fabricado, mas para ajudar vamos colocar os mais comuns.

Código Americano

No código americano os tipos começam com “1N” que, eventualmente, pode ser omitido ao ser gravado no componente. Assim, para o 1N34, em alguns casos podemos encontrar simplesmente “34″, e da mesma forma para o 1N4002 podemos encontrar em alguns casos “4002”.

Muitos fabricantes usam suas siglas para substituir o “1N”, onde podemos ter coisas como N4002, PT4002, etc.

Código Europeu

Para os diodos de origem européia é utilizado o código Pro Electron de semicondutores em que se usam grupos de letras e números para designar os componentes (veja no nosso almanaque)

Primeira letra:

A – para diodos de germânio

B – para diodos de silício

Segunda Letra:

A – para diodos de uso geral

Y – para diodos retificadores

Z – para diodos zener

Grupo de Números:

indicam o tipo especifico do componente.

Exemplos: BA315 diodo de silício uso geral; BY127 diodo retificador de silício; AA117 diodo de germânio de uso geral.

———————————————————————————————————–

Continua com dúvida? Escreva para gente, utilize o fórum ou comente abaixo, ficaremos felizes em te ajudar.

Curta, compartilhe e comente, assim você ajuda muito.

  • Fontes: http://www.newtoncbraga.com.br/index.php/eletronica/52-artigos-diversos/9496-codigos-de-componentes-art1908 acessado em 05/03/2019 17:00 (códigos dos componentes).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.